Curso Libertos pela Verdade

Lição 8

Lei de Deus: uma expressão do caráter de Deus

Para acompanhar os estudos utilize uma bíblia ou este site https://www.bibliaonline.com.br/acf

E o Senhor vos falou do meio do fogo, ouvistes o som das palavras,mas não vistes forma alguma; tão somente ouvistes uma voz. Então ele vos anunciou o seu pacto, o qual vos ordenou que observásseis, isto é, os dez mandamentos, e os escreveu em duas tábuas de pedra”. Deuterômio. 4:12-13.
"E deu a Moisés (quando acabou de falar com ele no monte Sinai) as duas tábuas do testemunho, tábuas de pedra, escritas pelo dedo de Deus”, Êxodo. 31:18.
Deus não deu a Sua lei porque a humanidade estava melhorando, mas, sim, a deu como um testemunho da degeneração da raça humana, que de tal forma estava perdendo a consciência do mal, que Deus teve de dar-lhe a Sua lei.

Perguntas

OBS: Os inimigos da lei de Deus, que pregam que ela foi anulada, deveriam parar e meditar sobre esta declaração referente à Lei de Deus.

OBS: Jesus, o último Adão, veio fazer o que era impossível para a humanidade degenerada pelo pecado. Ele veio cumprir a lei, como substituto do velho Adão. Na qualidade de homem, Jesus foi o único a conquistar a justiça que procede da lei (Veja Romanos 2:13).

O homem não depende da sua própria obediência à lei para salvar-se, mas, sim, da obediência que em caráter substitutivo, Jesus prestou à lei. Contudo, para a sua santificação, o alvo é procurar viver em harmonia com os Dez Mandamentos, os quais expressam o que é a boa, santa e justa vontade do Criador. ABíblia chama de mentirosos os que não amam a lei. 1 João 2:4.

Os quatro primeiros mandamentos, contidos na primeira tábua, revelam nossos deveres para com Deus e os seis restantes, contidos na segunda tábua, os deveres com o próximo. Em outras palavras, revelam como expressar nosso amor para com Deus e os semelhantes.

Note que se a lei tivesse sido abolida não haveria mais possibilidade de definir ou identificar o que é pecado. Pior ainda, nem existiria mais pecado, pois a Bíblia diz “Mas onde não há lei não há transgressão” (Romanos 4:15). E, assim, não haveria mais a necessidade do sangue de Cristo, que apaga os pecados; e o evangelho seria transformado em pura fantasia.

No sermão da montanha Jesus disse que olhar para uma mulher com intenção impura, constitui adultério e que basta chamar alguém de tolo para que a pessoa seja culpada. (Mateus 5:21-28). Graças a Deus que eu e você, caro leitor, dependemos da obediência que Cristo prestou à lei de Deus e que pela fé é atribuída a nós. Do contrário estaríamos segura e irremediavelmente condenados à morte eterna. E, também, damos graças a Deus que o Espírito Santo coloca a lei de Deus no coração do crente, não para condenar, mas para mostrar um alvo a ser perseguido, apontando o caminho da felicidade. Os mandamentos do decálogo são como as estrelas. Ninguém consegue alcançá-las, mas as estrelas mostram o caminho para o viajante que anda na escuridão da noite.

10) Leia Êxodo 20:1-17, e complete com os Dez Mandamentos escritos pelo próprio dedo de Deus em tábuas de pedra.

Os campos com * são obrigatórios.